Monday, June 19, 2006


E de repente a minha vida muda. Saio de casa, faço uma ultima chamada a dizer que estou neste momento a sair. Está sol, o calor faz-me negligenciar o uso de luvas. Estou neste momento a sair – repito – são talvez 10.30, talvez mais até. E uns minutos depois (não mais do que 3, 4) estou estendido na relva quente da Avenida Calouste Gulbenkian com gente a olhar para mim como se tivesse acabado de nascer.

Dizem: “ Ele está a respirar,. Ele está a respirar!” e eu confirmo, vociferam “ ninguém toca no puto, ninguém toca no puto!” e eu encolho mesmo a tempo de entrar nesta ambulância que agora se dirige ao hospital São José. O condutor reconhece-me, o colega também e ambos fazem que eu perceba que não é assim tão grave. Já dentro do hospital enquanto recebo visitas há uma frase que todos repetem “ podia ter sido muito pior!” e não sei porquê assalta-me um pensamento que me diz que “ também podia ter sido muito melhor”

Pensando que não, é aborrecido ter um acidente. Palavra, é chato. Porque com sinceridade, se eu soubesse antecipadamente que ia ter um acidente, as coisas teriam sido diferentes. Tinha preparado tudo com antecedência, adiantava alguns trabalhos, avisa a minha entidade patronal que me iria ausentar durante algum tempo, ia comprando alguns analgésicos e todo o tipo de ligaduras, podia ver logo um ou outro hospital que gostasse mais e posto isto, e então sim, só agora sim, estendia-me ao comprido na relva árida da Calouste Gulbenkian.

Assim, não foi. Há um dedo partido e 11 pontos no Joelho direito que confirmam a má sorte de não ter sido avisado. 4 dias no hospital, dois sem telemóveis, 3 sem televisão no quarto. Um antro de dor à minha volta que me faz entender que a minha, a dor que sinto, é infinitamente menor à que me rodeia. Sofre-se aqui como nunca antes havia experimentado e à noite, quando as luzes se apagam há um grito que percorre o corredor como se andasse e batesse nas portas. É um grito que representa vários, talvez sejam muitos gritos num só, mas este arrepia, este grito arrepia porque representa a dor que ali vai e que aquela pessoa, ao contrário de muitos outros, preferiu não silenciar. Aquele homem ou aquela mulher, quis que soubéssemos que o seu sofrimento era tão maior que aquele corredor.

E depois disto, quando finalmente saímos, nos libertamos do soro e encontramos o dia claro, sentimos algo de muito parecido com alguém que acaba de sair de um estabelecimento prisional depois de uma pena que cumpriu. Advinho, que será algo de muito semelhante embora não seja obrigatório que quem sai de uma prisão tenha que necessariamente se apresentar de braço ao peito.

Adiante, só o simples facto de passar a ter uma só mão para escrever fez com que a preguiça se apoderasse de mim e me fizesse, por manifesto amuanço, não escrever uma linha durante este tempo.

Estou de volta, regressei, ando cheio de ideias, este acidente pode até ter sido uma coisa boa ( “Podia ter sido Pior!”) , estamos a meio do ano, estamos a meio do jogo, há uma segunda parte para dar a volta a isto. E eu, preparo-me para entrar de novo em campo.

P.s – Está em preparação o novo número da revista 365 ( www.revista365.com) que sairá no final de Julho. Pela primeira vez, a revista sairá em formato de livro de Bolso, inspirando-se em absoluto na lendária revista Gina. Se ainda não a conhecem, deveriam, se ainda não são assinantes, deveriam também, se nunca divulgaram esta estupenda publicação junto dos vossos, é obvio que deveriam fazê-lo. E mais não digo. Querem que eu repita o endereço do site?! Está bem: www.revista365.com.

75 comments:

  1. A dor nos hospitais sufoca mesmo e alimenta receios...Lamento o sucedido.As melhoras Alvin e...felizmente que não foi pior!

    Ps. Liga à Vanda (recordo o episódeo da Revolta dos Pasteis) para serviços de enfermaria até ao final do ano! ;)

    ReplyDelete
  2. Bem vindo de volta! Já estava cansada de vir aqui diariamente e que nada de novo se apresentasse. Felizmente, cá estás tu outra vez. Agora é recuperar todo o tempo perdido ;)

    Um beijinho *

    ReplyDelete
  3. Olá!

    Só para dizer que quando escreveste "apodera-se" querias dizer, de facto, "apoderasse". Só uma pequena correcção porque esses erros são muito frequentes e irritam-me um bocadinho... Se calhar até foi um lapso, não digo que não, até porque acho que escreves muito bem.

    E bem-vindo, que eu gosto imenso de te ler!

    Beijinhos

    ReplyDelete
  4. RibeirinhódependenteJune 19, 2006 2:25 PM

    no fim, correu tudo bem! Mas pregaste-me um susto! O mundo sem o Alvim nunca seria a mesma coisa...=)
    Va, agora na 2ª parte tens de marcar mts golos...tou cá para ver isso!
    Beijinhos para o menino endiabrado!

    P.S.- compra um carro...

    ReplyDelete
  5. Então as melhoras... e ao menos que tenhas visões nesses dias...

    Visões de enfermeiras acabadinhas de sair da Superior de Enfermagem...


    hum hum

    ReplyDelete
  6. tadinho do fófinho do Fernando
    mas eo que interessa é mesmo isso tá com o dedito como novo e agora já tem uma história para contar aoa seu pequeno Yuri (ou lá como se chama o dito infante)....

    kiss kiss Fernando
    MJ

    ReplyDelete
  7. ei gringo! bem vindo de volta!

    ReplyDelete
  8. Oi.
    Como diz o bom Português, mesmo tando todo partido depois de um acidente:"k sorte k ele teve".
    Tou contigo na luta pra criação de uma faixa só para el.......
    Abraços
    Marco

    ReplyDelete
  9. Esperemos todos que não volte a acontecer, mas se voltar pelo menos que o próximo acordes no relvado da Luz.

    Grande susto, grande abraço

    ReplyDelete
  10. Pois é Fernandito...Muito me perguntei eu quando te vi a apresentar o CC com aquela mão enfaixada...Mas no que se terá metido aquele gajo!!?? Infelizmente aconteceu.Felizmente estas aqui para nos contar.Mais um daqueles episodios em que a vida teima em nos mostrar.Esperemos é que sem reposições!Força nisso rapaz!As melhoras e um abraço para ti.

    ReplyDelete
  11. Freirinha DiabólicaJune 19, 2006 8:08 PM

    A notícia do teu acidente caiu k nem bomba. Pensei k foxe brinkadeira de mau gosto… m/ antes foxe né ?! Ainda bem k estas a recuperar bem, fico feliz por ti!!!
    Sabes qnd acontece algo semelhante ao k t aconteceu e percebemos k estamos vivos, inevitavelmente a 1º coisa k nos vem á cabeça é “Podia ter sido Pior!”, dizemos isto pa/ ficarmos + animados / “reconfortados”, pk infelizmente há smp alguém pior k nós, c/ podest confirmar lá no hospital né!?!

    Nem em sonhos espero k este episodio infeliz volte a repitir-se, fica bem Capitão Alvim!

    ReplyDelete
  12. Alvim...Alvim... os meus mais profundos sentimentos pelo teu acidente, mas ESPERO BEM QUE NÃO... voltes a demorar tanto tempo a postar!!
    Ah... é verdade a tua presença na revolta dos pastéis de nata, partiu a loiça toda!!! Só aquela cena da relação das tribos com a água e tal... LoL! LINDO!
    bem... fica bem... e vê se tens mais cuidado qd andares pelos lados da Avenida Calouste Gulbenkian!!! ;)
    *******

    ReplyDelete
  13. welcome back alvim!
    sentimos a tua falta
    xxxxx

    ReplyDelete
  14. Olha o gajo que diz que o pessoal de vila de rei bebe mt.. Pha vem a abrantes e vais ver como é.. Quanto a essa conversa de "deixar de escrever porque só tinhas uma mão..". Tu já não tens é cabeça, andas todo flipado;) just kidding.. Alvim, lesão de joelho? isso é tramado.. Assim como tu, passei ao lado de uma grande carreira de futebolista;).. por causa do joelho.. dá um beijo a elas por mim e aparece aqui pelo centro de portugal, o interior tem algo para dar..

    Um abraço e dá-lhes palmadinhas por mim..

    ReplyDelete
  15. Essa queda foi uma jogada de marketing profundamente mediatizada, visando a tua auto-promoção.

    Diz quem viu, que a queda foi altamamente teatralizada, (dava direito a amarelo por simulação) e ainda se está para saber se o que se via era mesmo sangue, ou não passava de "ketchup" do lidl!
    Mais a sério, as melhoras e 1 abraço

    ReplyDelete
  16. Lê-se bem nas entrelinhas que estudaste publicidade...podias ter sido um excelente copy...
    Um olá para ti, Alvim. Estudamos juntos mas isso agora não interessa nada. Não sou tua fã, nem um pouco, nem mais ou menos. Mas reconheço que tens valor e que não te ficas pelas mangas arregaçadas.

    ReplyDelete
  17. Gosto tanto da forma como escreves as coisas... até quando se tratam de temas como este... mais chatos...

    Gosto da tua maneira de ver o mundo!

    Beijo*

    ReplyDelete
  18. E eu que ando mais a passear na blogosfera de babyblogs.. só te digo... beijinho no doi-doi!
    Vai passar com muito miminho, vai passar!
    ;)
    Bjos,
    Cláudia

    ReplyDelete
  19. Oh Alvim!Pregaste-nos cá um susto!Vale-nos que não foi nada de grave e que estás de volta!!(e vá-se lá perceber como...ainda mais giro! ;)
    Agora não kero é voltar a ver este blog abandonado!Sim, porque mal ou bem, com uma mão também se escreve!
    Beijos*****Fica bem e de preferência inteiro!

    ReplyDelete
  20. pa estiveste na revolta dos pastéis e deste outro sentido àquilo pá, a tua competência para comunicar está-te patente,pq tu a certa altura, em vez de entrevistado, já estavas a entrevistar os outros convidados, és o maior Alvim.Fogo, eu aqui séculos e séculos à espera de outro post teu. . .gostei da forma cmo te referiste ao teu acidente, muuuuuuuuito bom, eufemismos e tal...tu de forma sub-entendida falas de tudo cm perfeição! és o ídolo da malta pa. . .

    e que tal levarmos o Alvim ao poste? ahahah mt bom
    ****dedica-t tb ao stand up comedy

    ReplyDelete
  21. Bem vindo de volta Alvim!
    E que a 2ª parte do desafio seja bem mais encoragadora e que as jogadas estudadas dêem em golo.:)
    També é assim que me sinto.
    Um abraço

    ReplyDelete
  22. "Podia ter sido pior"

    Ainda bem que estás de volta, as melhoras (já tá melhor que bom)

    ReplyDelete
  23. Tão bem q descreveste a pequena agonia que é estar num hospital...rodeado de dores maiores q passam a ser nossas tb.. como castigo ou lição p/ valorizarmos o "podia ter sido pior"...! (e se as noites são longas!)
    Já tinha saudades * Muita pujança p/o sô Fernando :p

    ReplyDelete
  24. Ja percebi o pk do (grande) Dartacão, Abelha Maia entre outros na tenda electrónica no Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem...foi uma vingançazinha pelos dias no hospital?

    o teu post está óptimo para uma reflexão...se certos professores o vêm...ainda vou ter que fazer um trabalho sobre ele...
    as melhoras rápidas

    ReplyDelete
  25. Ainda bem que estás de volta. E estás em grande, como sempre. Já tinha saudades.
    Beijos,
    Pat

    ReplyDelete
  26. Welcome back Alvim!!!;) Força cm isso!! Bjo****

    ReplyDelete
  27. Alvim, Alvim... Esperava mais de ti. Então escreves um post com dois erros ortográficos GIGANTES? «se apodera-se»? Ou «se apoderasse»? «há que me rodeia«? Ou «à que me rodeia»?
    Corrige isso... :p
    Abraços.

    ReplyDelete
  28. Muito tempo sem saber noticias tuas, algumas tentativas inglórias ao ligar-te para o telemovel... no fim a noticia de que tiveras um acidente... "Podia ter sido pior"
    Ainda bem que não o foi!
    As melhoras e um abraço

    MigL B.

    ReplyDelete
  29. Claro que podia ter sido pior:

    Mau, mau, é cair de cu e partir o pau!

    Grande Abrasso!

    ReplyDelete
  30. ALVIM para presidente do S.L.B.!! ganhavamos a champions, kom o PETIT à baliza e tudo !!!

    ReplyDelete
  31. O acidente fez-te mal... Apodera-se?! sabes que dá para corrigir, não é?...

    www.acercadospombos.blogspot.com

    ReplyDelete
  32. Há que ver as coisas pelo lado positivo, pelo menos foi na relva da Calouste Gulbenkian... se tivesse sido num buraco qualquer, de uma obra qualquer na cidade, podia ter sido bem mais interessante e podias ter ficado com mais pontos Galp (passe a publicidade). :)

    Já agora, onde é que se pode arranjar a assinatura para a revista Gina, mesmo? O link que está aí vai dar a uma cena que não faz referencia à dita Gina. Tenho umas saudades da minha infância... meus belos 10 aninhos... LOL

    As melhoras... principalmente da cabeça. :)

    ReplyDelete
  33. Alvim ...Alvim....esqueceste-te de mencionar que o acidente se ficou a dever à tua nabiçe endémica, pá! Tenho aqui um relatório que diz exactamente isso.... :P

    ReplyDelete
  34. hum.hum,hum...
    mt bonito...

    ReplyDelete
  35. fico aguardar o resultado do período de incubação .... bom regresso, ainda vais a tempo de marcar golos na segunda parte!

    ReplyDelete
  36. Pá oh alvim és tão cabrão.....porque é que só actualizas o teu blog de ano a ano????daaasseeee

    ReplyDelete
  37. Bem nada mau, imagina que n havia relva fofinha, podia ter sido bem pior

    Gracias
    Rute e Beatriz

    ReplyDelete
  38. Oi Alvim,

    Adorei a noite de "suposto" Rock de Vila de Rei de 17 de Junho. Como o meu filho André(8 anos)delirou com a Abelha Maia e o Datacão às 6 da manhã. Foi a primeira noitada dele. Ao inicío da tua actuação ele disse: "Agora é que isto está a aquecer". E não é que era verdade?? Estava um frio do caraças.

    Bjs e vai dando noticias das tuas participações de DJ. Adorei. Quero repetir.

    ReplyDelete
  39. Quando eu tive o meu único acidente de viação(cuja culpa foi inteiramente minha, e ao contrário do teu, só foi mesmo chapa, não houve danos pessoais), ao bater com o carro da instrução de condução numa viatura que estav quietinha e estacionada, também me disseram, "Deixe lá menina, pelo menos não matou ninguém, nem ninguém se aleijou", o que, estranhamente não me fez sentir melhor!! Esta forma estranha dos portugueses minimizarem as coisas, dá que pensar...
    resultado. Lá tirei a carta, sem chumbar, mas após 90 (noventa) aulas de condução e depois nunca mais conduzi, não vá alguém aleijar-se, mesmo que pouco, como o "nosso" Nandinho.
    beijos.

    ReplyDelete
  40. Deixa lá Alvim, felizmente não aconteceu nada. Também tive um acidente de carro, também felizmente não me aconteceu nada mais grave que umas dores no peito devido à força do cinto de segurança e a minha irmã (que estava ao volante) uma distensão num braço... Iamos a ultrapassar e de repente um caramelo na faixa contrária decide ter a mesma atitude. Conclusão: ficámos frente a frente, guinámos o carro, fizemos uns quantos peões (para avisar que não é assim tããããão giro como as pessoas dizem..) e fomos embater nesse mesmo gajo, de lado (do MEU LADO!). O meu carrinho foi pá sucata, apanhei um susto de morte.. Bela recordação que vou ter do meu primeiro ano de carta. Tinha um carro meu (mesmo meu!), e puuufff, fez-se o chocapic. É a vida. São coisas que acontecem, felizmente o teu foi ligeirinho. As melhoras =) ****

    ReplyDelete
  41. "Sofre-se aqui como nunca antes havia experimentado e à noite, quando as luzes se apagam há um grito que percorre o corredor como se andasse e batesse nas portas."

    espero ñ ter de ouvir esse grito...

    ReplyDelete
  42. Gostei muito do texto ainda que tenha surgido de uma situação n muito agradável. Rápidas melhoras. Boa foto.

    ReplyDelete
  43. Epa isso já é passado o que importa e que felizmente por cá continuas a deleciarnos com o teu belo programa de rádio, com as tuas conversas com 1 prazer dos diabos na tv e com o teu humor e a tua musica, e a tua exelente revista, força Alvim!!!!!

    ReplyDelete
  44. Alvim,

    Ainda bem que já estás melhorzinho.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  45. sim,é muito bom ter-te de volta (vim aqui algumas vezes saber de ti,ouviste?)*

    ReplyDelete
  46. Vê se mandas arranjar a Mota!!!

    Já Pensas-te no que a tua máquina sofreu?!!
    A Unica vez que me esfarrapei no asfalto, só tive um pensamento: Como pude ter feito uma coisa destas à minha Motinha?

    Estás Perdoado!

    ReplyDelete
  47. O netwalker tem razão

    toda a gente com muita pena tua....
    então e a mota ?

    é que a pele cresce...
    os cromados não...


    Um abraço
    e não deixes de andar de mota

    ReplyDelete
  48. Depois de ler os 3 primeiros posts deste blog tenho um comentário a fazer-te: Grande confusão vai nessa cabecinha.

    Ainda bem que o acidente foi menos mal. Ai, do mal o menos. :)

    ReplyDelete
  49. Caro Alvim,

    Bonequinho como és, era uma pena que te tivessemos perdido. Um verdadeiro ursinho de peluche, que apetece tocar, mexer, beliscar, trincar...Mesmo não sendo lindo, és muito giro, e há aí qualquer coisa demasiado boa...
    Acompanho a tua carreira desde os tempos da Rádio Nova Era, na altura em que, aos domingos, festejavas nas festas da Praça da Liberdade as festas do FC Porto Campeão Nacional. Na mesma altura em que, pelos bares da Invicta, andavas a distribuir a gratuita 365.
    Quanto ao mais, por favor não dês erros ortográficos. Fica-te mal. Pelo menos, pede a alguém que corrija antes de ser publicado. Certamente que foi isso que aconteceu no teu livro (fantástico), que comprei - «No dia em que fugimos não estavas em casa» ou uma coisa do género.
    Mesmo assim, bonequinho, não deixas de ser o meu ídolo. E repara bem: sou homem e não sou gay. Mas que tens alguma coisa de especial, isso tens!
    Abraços

    ReplyDelete
  50. http://biqueiradas.blogspot.com

    ReplyDelete
  51. Ó alvim aqui na minha cidade nao se fala de outra coisa meu! Mete aki um texto a falar da tua passagem ca por ermesinde e o ke andavas por aki a fazer!! Exe sim vai ser o auge deste blog!!! O alvim na terra das gajas boas! LOL
    fika bem!

    ReplyDelete
  52. Sempre em altas o grande Alvim. Após um doloroso acidente, cá está para nos deliciar por alguns minutos.
    Encontrei o blog por acaso e gostei =)
    Um beijo*

    P.S.: Ah! É sempre bom mudar a meio do ano. Não dizem que é no meio que está a virtude? ;)

    ReplyDelete
  53. 4 dias no hospital por causa de um dedo e um joelho???? :s
    pois, podia ter sido pior... caíste na relva!!!!

    P.S.: o meu nick nada tem a ver com a tal revista de que falas...

    ReplyDelete
  54. Saudades das tuas postagens...onde andas?

    ReplyDelete
  55. posta algo sobre o teu livro...
    posta akela parte que tu personificas um cd...
    adoro-te!!!

    e a tua escrita, c ou s erros é magnífica!!!


    OH ALVIM FAAAZ-ME UM FILHO!!!

    ReplyDelete
  56. E não podia ter sido bem pior?...
    As melhoras rapaz.
    E porque um renascer traz sempre algo de novo, inunda-nos, escreve-nos... surpreende-nos!
    Abraço

    ReplyDelete
  57. Podia ter sido bem melhor Sim Sr.!:)

    Mas lembra-te...o chão foi feito para nos deitarmos(que raio de frase mais estúpida)

    Bem vindo à VIDA...que demores mais tempo a cair... :)

    ReplyDelete
  58. Alvim, Alvim.. a tua vida está manchada pelos acidentes. já no dia em que nasceste, os teus pais disseram que foste um. x) (tou a brincar)

    És um maluco de elevada estatura, diria mesmo, de proporções a roçar o astronómico. És rude. Continua assim! e viva o nosso Benfica!

    ReplyDelete
  59. Vê lá se mandas arranjar a mota!!!!!

    ReplyDelete
  60. Fartei-me de rir pela maneira como contaste o teu acidente no "prazer dos diabos". Eu só te keria dizer q te admiro muito, acho que tens um excelente sentido de humor..e nc pensei conseguir dize-lo (quase) directamente, embora através do teu blogue.
    Acho-te uma pessoa muito interessante...bem vo ver seinfeld!!:P beijinhos

    ReplyDelete
  61. vai dando umas espreitas, de quando em vez, como quem não quer a coisa...

    http://www.bueartesperformativas.blogspot.com/

    ReplyDelete
  62. Se a vida mudou...devia actualizar mais vezes este blog!

    ReplyDelete
  63. As melhoras Alvim :)
    Realmente, sabermos de antemão que acidentes nos irão ocorrer dava certo jeito...
    (...e daí não sei, por exemplo, amanhã tenho a minha última frequência...já sei o que me espera e não posso evitar o acidente :P)
    um beijo
    A*

    ps. pelas fotos do d-luxe o dedo partido e tal ate denota ser um bom factor de diferenciação :)

    ReplyDelete
  64. Para o grande amante do HI5: FERNANDO ALVIM!

    Tens HI5?

    Agora vem conhecer o HI5-PORCAS, onde selecionamos as melhores amigas portuguesas porcas!

    As melhores fotos, as melhores porcas, os melhores comentários em

    www.hi5porcas.blogspot.com


    Visita-nos e deixa o teu comentário!


    HI5-PORCAS - Onde podes ver as TUAS amigas!

    ReplyDelete
  65. Ai ganda Alvim! Passa pelo meu blog.

    ReplyDelete
  66. Saudações reguilas,

    Aqui Marisa (marisajamaica). Temos de combinar outro jantarinho no indiano e beber umas cobras para celebrar a tua recuperação.
    Miminhos e fatos de enfermeira poderão dar o mote ;)Perdi o meu telele em Copenhaga, ainda tens o da Kátia? Depois dou-te o número novo.

    Eu e a Kátia temos um blog onde escrevinhamos: http://butterfliesfairies.blogspot.com/

    Já adicionámos o teu para o pessoal visitar.

    Beijokas e as melhoras.
    Marisa

    ReplyDelete
  67. Freirinha DiabólicaJuly 15, 2006 3:05 PM

    KEREMOS NNOVOS POSTS JÁ!!!

    ReplyDelete
  68. Death by ChocolateJuly 15, 2006 4:09 PM

    Os post têm feito falta, sim senhor, e o que não falta nos últimos tempos são bons temas de debate, mas o rapaz tb precisa de férias... Esperemos que escreva assim que regressar.

    ReplyDelete
  69. Ola!
    Já várias vezes passei por este blog mas só hj me senti impelida a deixar um comment!isto pq o assunto q falast me diz mt pq é algo com q lido diariamente!
    um dedo partido e 11pontos no joelho,obrigaram-t a conhecer o mundo hospitalar e pior que isso,o sofrimento q percorre aqueles corredores!Arrepia não é??
    Bem,espero que agr estejas já de novo no teu melhor e q as enfermeiras t tenham tratado bem!(Já te tinha visto melhor nos Encontros de Enfermagem!!)
    Beijinhos

    ReplyDelete
  70. Conheço um gajo que também prometeu que quando o Sporting fosse campeão ia ao banho no lago dos patos lá do Cartaxo, mas até hoje...

    ReplyDelete
  71. Como te entendo, conheçer o mundo dos hospitais de uma forma tão estupida. Mas mesmo assim não me ganhas, não conheçes ninguem que tenha sido atropelado por uma ambulância na pasadeira a porta de casa, pois não?!

    ReplyDelete