Tuesday, July 22, 2014

Rão Kyao e Bondo Fernandes



SEXTA, 25 | 21h30
A Associação dos Amigos do Museu da Música apresenta:
Rão Kyao e Bondo Fernandes: Um português na Índia 
Flauta de bambú e tablas | €7,5

Desde o principio dos anos 80 que o flautista Rão Kyao se dedica ao estudo da flauta de bambu e da música clássica Indiana, tendo tido como mestres o grande Raghunath Seth na flauta e Pradeep Schatergee na música vocal.

Rão Kyao apresenta-se neste espectáculo com Bondo Fernandes, excelente Tablista e Percussionista, natural de Goa que se encontra de passagem por Portugal.
Os temas são de origem tradicional (portuguesa e indiana) e também originais, para além da improvisação colectiva.


Friday, July 18, 2014

Inquérito do Jornal Metro com a actriz Sofia Correia


- Umas férias: As próximas. De tanto sonhar, acontece. Daqui a 30 dias estou a descer a Califórnia de San Francisco a Las Vegas com tudo a que tenho direito! OH YEAH!

- Uma ideia: Uma volta ao mundo obrigatória e gratuita para todos os cidadãos! Assim aos 22 anos para abrir horizontes!

- Uma asneira: Ter-me fechado na minha própria casa de banho. Volto do basket, suada, quero tomar banho, a casa de banho sem porta porque a estive a arranjar, decido colocá-la sozinha e não é que a porta tranca, e sem puxador? Eu que sofro de ligeira claustrofobia, comecei a suar e a usar tudo para abrir a porta, menos a inteligência. Ao fim de 40 minutos, abri a porta com a escova dos dentes e chorei de alívio...

- Uma paixão: O meu marido! Moreno, costas de nadador, surfista! E com cheiro a Verão o ano inteiro! Há coisas fantásticas, não há?

- Uma curiosidade: Consigo chegar com a língua ao nariz. Um skill que aprendi com horas e horas a observar uma vaca que a minha avó tinha, durante as férias grandes. Adoro vacas. 

- Uma pergunta: Porque é que não existe, para além do Galeto, restaurantes para comer de madrugada em Lisboa?

- Uma resposta: Se não há resposta a dar, que se dê um abraço. Em silêncio. E um piscar de olho, como quem diz : "vai correr tudo bem!"

- Uma lição: "Sê paciente. Espera que a palavra amadureça e se desprenda como um fruto ao passar o vento que a mereça." Sei este poema de Eugénio de Andrade de cor há anos, e já me deu muita calma quando nada parece correr certo. Assim uma espécie de oração! 

- Uma aventura: Ter casado. A maior aventura de uma vida!

- Um segredo: Ainda canto e danço em frente ao espelho, enquanto o secador faz esvoaçar o meu cabelo!

- Uma invenção: Como é óbvio: o teletransporte! Dava-me tanto jeito!

- Um desabafo: Isto dos lobbys, que é transversal a todas as áreas, começa a provocar-me urticária. Será da idade?

- Um problema: Fechar a porta das casas de banho. Comecei a corar com piropos, depois dos 26. E a cheirar mal das axilas, depois dos 30. As hormonas são lixadas.









Wednesday, July 16, 2014

Exames Finais da Escola de Circo do Chapitô



· 14 julho, segunda-feira
· 17 julho, quinta-feira
· 20 julho, domingo 

No propósito de lançar futuros grandes artistas Chapitonianos no mundo das artes e ofícios do espetáculo circense, convidámos um júri de alto gabarito, que os irá avaliar e apreciar. 

· Eunice Muñoz – A Grande Dama do Teatro. 
· Dinarte Branco – Ator. 
· Paulo Gomes – A moda em todo o seu esplendor. 
· Rita Spider – Uma visão contemporânea do circo. 
· Cristina Farinha – Investigadora na área do espetáculo circense 
· Isabel Bezelga – Universidade de Évora / Teatro 

Área do Empresariado de responsabilidade social 
· Luis Araújo, do Grupo Pestana 
· José de Guimarães, empresário – Uma visão da cultura do Norte em Lisboa 

A sociedade civil em ação através do voluntariado 
· Graça Vasconcelos (criadora da plataforma das ONG’s) 
· Francisco Azevedo Coutinho – Bolsa de voluntariado Entrajuda. 

Um olhar mais institucional 
Em representação do poder local/CML teremos: 

· Vitor Costa do Pelouro da Cultura 
· Paula Marques, vereadora da habitação e desenvolvimento local 

Connosco estarão também representantes de escolas profissionais, nossas parceiras: 
· Manuela Carlos da ETIC – Audiovisuais 
· Celeste Lé Matos da Magestil – Design e Moda 

Este leque de convidados e “opinion makers”, constituirá um testemunho fundamental para a entrada destes jovens nos mais variados mercados de trabalho. 

Assim termina mais um ano de educação através das artes e ofícios, ao serviço da inclusão social, do desenvolvimento e projeção da cultura no mundo, especialmente em Portugal e na Europa. 

O circo mantem-se em pleno desenvolvimento em toda a Europa. Em Portugal, o Chapitô, trabalha para proporcionar aos alunos as melhores condições e oportunidades para abrirem as asas e voarem.

Batida regressa com single ''Pobre e Rico''

Ouvir single



Saturday, July 12, 2014

Inquérito do Jornal Metro com Bárbara Baldaia - Jornalista e 'runner'




- Umas férias: Marrocos. Na fronteira de Tânger, uma das pessoas do nosso grupo foi entregar os pasaportes para carimbar enquanto os outros esperavam no carro. Mandaram-me chamar, porque a minha fotografia no passaporte levantava suspeitas. Acho que fui confundida com uma terrorista. Foi um momento alto da minha carreira turística.

- Uma ideia: Dizer bom dia (ou boa tarde ou boa noite) aos desconhecidos com quem nos cruzamos. Quando entro num elevador e cumprimento, fica tudo a olhar para mim como se fosse maluca. Saudemo-nos!

- Uma asneira: Achar que se tem que fazer tudo bem e que se não pode falhar. É uma grande asneira não falhar. 

- Uma paixão: Ou uma paixão por uma outra coisa qualquer, pronto.
O silêncio. Sobretudo o silêncio fora da cidade. Estar a ouvir o silêncio da natureza, um rio que corre lá em baixo, uma aragem que faz restolhar as folhas das árvores, um pássaro perdido... 

- Uma curiosidade: revelem-nos uma que tenham aprendido com a vossa avó, ou com o tio que sabia sempre tudo, ou na televisão, ou no café, ou na enciclopédia do armário lá de casa, ou no outro dia enquanto ouviam o Pacheco Pereira, enfim, com a vida que levam
As nódoas de gordura na roupa tiram-se muito bem com detergente da louça. 

- Uma pergunta: uma pergunta que gostavam de obter resposta. Uma pergunta que ainda ninguém teve a audácia de fazer. Daquelas de deixar um café subitamente em silêncio. Antes, obviamente de tudo voltar ao normal e se pedir mais uma imperial.
Porque é que os professores não permitem que os testes na escola sejam feitos com consulta, se na vida adulta não fazemos nada sem googlar? 

- Uma resposta: lembrem-se de uma boa resposta, que pode não ser verbal - por exemplo uma acção, um acontecimento -  mas pode também o ser. Que tenham visto num filme, numa entrevista, num livro, na boca da senhora da mercearia.
"Bai-me à loja" (É a forma de se dizer "Não me aborreças", no Porto) 

- Uma lição: uma lição que tenham aprendido ou queiram dar. Algo que tenham aprendido e agora julguem ser necessário transmitir. Podem ensinar-nos a fazer o nó da gravata ou bacalhau à Brás. Podem dizer-nos finalmente o que é o amor. Ou como se vai de transportes da rua augusta até Benfica. Queremos uma lição vossa ou quetenham escutado. Ou inventado só agora para este inquérito.
Faz o que gostas e gosta do que fazes - a vida fica mais fácil. 

- Uma aventura: aqui pode ser o que julgam ser uma aventura (tipo atravessar o irão abraçado ao salman rushdie; hora de ponta na IC19) ou uma aventura em que quase eram apanhados. Ou que foram apanhados.
Ter sido repórter no Parlamento durante oito anos.

- Um segredo: pode ser um segredo vosso ou algo que só vocês saibam mas que na verdade seja do conhecimento geral. Pode ser uma mentira inventada por vocês ou a destruição de um mito. Ou dois. 
Não está tudo inventado.  

- Uma invenção: pode já existir ou melhor ainda, uma coisa que seja necessária e que ainda não foi inventada até a vossa iluminada mente responder a isto.
TSF Runners. Sim, é possível fazer um programa de rádio sobre corrida.  

- Um desabafo: sobre o que quiserem, sobre alguém, sobre um país, sobre um estigma, sobre um incómodo, sobre uma mentira.
Cansam-me as pessoas que andam sempre a queixar-se (isto não é uma queixa!) 

- Um problema: algo que têm vindo a notar que está a transformar num problema, que é um problema, que ainda não é mas é certinho que irá ser.
Pessoas que estacionam um carro como se fossem dois.